Com show de Marcelinho, Flamengo fecha 2017 batendo o Vasco no NBB

20171230190316 88 - Com show de Marcelinho, Flamengo fecha 2017 batendo o Vasco no NBB
Foto: Staff Imagens/Flamengo.

O Flamengo se despediu do ano de 2017, na tarde deste sábado (30), com uma vitória maiúscula sobre o eterno rival, o Vasco da Gama, pelo Novo Basquete Brasil (NBB). Com Marcelinho Machado de cestinha, anotando 22 pontos, além de quatro assistências, o Rubro-Negro fez 89 a 81, em clássico disputado apenas com torcida rubro-negra, por questão de segurança, na Arena Carioca 1. Preservado até o último quarto, depois de ter lidado com suspeita de problema cardíaco, já descartado, MJ Rhett também foi decisivo ao marcar 11 pontos nos 10 minutos em que atuou.

A vitória sobre o Vasco levou o Fla à segunda colocação do NBB, com 75% de aproveitamento, empatado com o Pinheiros, justamente o próximo adversário. O confronto direto está marcado para dia 7 de janeiro, às 18h, novamente no Parque Olímpico.

O jogo:

Os primeiros minutos do clássico foram marcados pela cautela das duas equipes, que pareciam se estudar. O Vasco se lançou ao ataque primeiro e anotou cinco pontos seguidos com Gui Deodato. Empurrado pelos 3.671 torcedores presentes, JP Batista devolveu quatro pelo Fla. Gui Deodato fez mais três e colocou a vantagem cruzmaltina em quatro, cortada após cestas de Marquinhos e Olivinha. Quase sempre à frente no primeiro quarto, o Vasco conseguiu nova sequência de cestas, desta vez maior, abrindo 11 de diferença. O Fla até iniciou uma reação e conseguiu descontar com Arthur Pecos e Olivinha, mas, com muitas falhas defensivas, permitiu que David Jackson convertesse três pontos. Houve falta em jogador sem bola e a jogada acabou sendo de cinco. Do outro lado, Olivinha acertou apenas um dos dois lances livres cobrados e diminuiu o prejuízo rubro-negro para 26 a 15.

No quarto seguinte, o diferencial foi a melhora da defesa do Flamengo. No ataque, assim que entrou em quadra, Marcelinho Machado abriu a conta dos arremessos de três exitosos. Outro atleta bastante participativo na reação foi Ronald Ramon, anotando quatro pontos seguidos. Com rápida transição, o Fla conseguiu virar em três ocasiões, com direito a mais duas bolas de três de Marcelinho, mas Dedé e Guilherme Giovanonni também anotaram três pontos, cada, no minuto final, e o Vasco, mesmo já sem poder contar com Gui Deodato, que não conseguiu voltar depois da lesão sofrida no braço, foi para o intervalo vencendo por 42 a 40.

No início do terceiro período, o Flamengo assumiu a ponta do placar e, com o até então apagado Marquinhos, enfim, fazendo pontos importantes, abriu cinco de diferença. Em determinado momento, a vantagem chegou a ser de oito, mas o trio formado por Nezinho, Bruninho e David Jackson recolocou o Vasco no jogo, alcançando inclusive o empate. Substituto de Marcelinho, que foi descansar, Arthur Pecos conseguiu um ataque de três pontos. Dedé ainda fez dois para o Vasco e descontou: 63 a 62.

De volta à quadra, Marcelinho mostrou poder de decisão ao arremessar da zona morta e somar mais três pontos. MJ Rhett, que havia acabado de entrar, teve papel decisivo, e até mesmo o garoto João Vitor participou do bom momento rubro-negro, colocando a vantagem em nove pontos a menos de oito minutos para o fim. Mas, Nezinho foi buscar com duas cestas de três que incendiaram o jogo. Mesmo vaiado, Gustavo converteu dois lances livres e cortou a diferença para apenas um ponto. MJ Rhett ignorou a pressão do rival e converteu três. Daí em diante, o Fla sempre teve vantagem minimamente segura. O máximo que o Vasco conseguiu foi encurtá-la para quatro pontos, parando por aí. O placar foi definido na base da inteligente de Ronald Ramon, arrumando uma falta com 50 segundos no cronômetro. Os dois lances livres foram convertidos. Até o jogo acabar, aconteceram várias faltas e muitos erros. O Fla errou menos e venceu, fechando a conta com uma enterrada de MJ Rhett: 89 a 81.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *