Destaque do Mogi, Shamell faz 40 pontos, elimina o Flamengo na semi do NBB e antecipa aposentadoria de Marcelinho

Foto: Diego Maranhão/Tabela Carioca.

Há quem diga que os playoffs são um campeonato à parte. O Mogi das Cruzes confirmou isso na tarde deste sábado (12), ao derrotar o Flamengo por 89 a 72, no ginásio professor Hugo Ramos, e confirmar sua classificação para a final do Novo Basquete Brasil. O time paulista fechou a série em 3 a 1, despachando o maior campeão e dono da melhor campanha da primeira fase. Shamell fez 40 pontos e, além de eliminar o Fla, antecipou a aposentadoria do maior ídolo rubro-negro na modalidade, Marcelinho Machado.

O jogo:

Os dois primeiros pontos do confronto foram de Jimmy, para o Mogi das Cruzes, os únicos durante mais de três minutos. Anderson Varejão pôs fim à série de erros ofensivos em sequência e empatou para o Flamengo. Com grande atuação no primeiro quarto, ele anotou 10 pontos e pegou quatro rebotes, deixando o Fla na liderança do placar durante a maior parte do tempo. Porém, com duas bolas de três em sequência, Shamell fez 17 a 15 para o time da casa.

Tão logo começou o segundo quarto e Anderson Varejão tratou de empatar o jogo. Cubillán virou com um arremesso de três pontos, mas Fabrício devolveu. Com mais aproveitamento na rotação, o Mogi teve um bom momento e abriu quatro pontos de vantagem. O Flamengo virou, levou nova virada e chegou no último segundo do período perdendo por dois de diferença. O técnico José Neto pediu tempo e deu certo. Na volta, Marquinhos arremessou de trás do meio da quadra e fez uma cesta impressionante: 37 a 36.

Foto: Diego Maranhão/Tabela Carioca.

Se a marcação foi o forte do primeiro tempo, o Flamengo retornou do vestiário relaxado. Encontrando espaços e sempre com um jogador sobrando, o Mogi anotou cinco bolas de três pontos no segundo período. Três delas aconteceram de forma consecutiva, com Shamell, Jimmy e Fabrício. Cubillán respondeu fazendo três pontos, mas não adiantou de muita coisa, bem como uma bola de três de Marcelinho Machado, quando o Mogi já vencia por 57 a 47. Ainda conseguiu ampliar para 62 a 51.

O Flamengo entrou no último quarto com a obrigação de acertar tudo. Só que passou longe disso. Com atuação inspirada de Shamell, o Mogi passou por cima da defesa rubro-negra, que custou a se encontrar. Ainda deu tempo para Marcelinho fazer seus últimos três pontos cobrando lances livres. Ronald Ramon teve uma cesta de três, mas não adiantou de muita coisa. Varejão terminou como o maior pontuador rubro-negro, com 25, mas a tarde era de Shamell. Foi dele a última cesta do jogo, fechando o placar em 89 a 72.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *