Filho de Felipe Maestro faz golaço de falta à la Ronaldinho e sub-13 do Fla aplica 7 a 1 na Portuguesa

Foto: Gabriel Salotti/iFlamengoNews.

*Com informações do repórter Gabriel Salotti

O ex-jogador Felipe, também conhecido no meio do futebol como Maestro, esteve na Gávea, na tarde deste sábado (05), para torcer pelo filho Lucas Loureiro, volante do time sub-13 do Flamengo. A presença foi recompensada com um golaço de falta, lembrando o de Ronaldinho contra a Inglaterra, na Copa do Mundo de 2002. O gol foi um dos sete marcados pelo Fla na goleada por 7 a 1 sobre a Portuguesa, pela sexta rodada da Taça Os Donos da Bola. O artilheiro Matheus Gonçalves balançou a rede duas vezes, enquanto Manaus, Renan, Lucas Balotelli e Pajé fizeram um gol, cada. O resultado garantiu a classificação para as oitavas de final com uma rodada de antecedência.

Vice-líder do Grupo A, com 13 pontos, o Flamengo fará seu último compromisso pela primeira fase no próximo domingo (13). O clássico contra o Botafogo está marcado para as 8h30, novamente na Gávea.

Primeiro tempo:

Foto: Gabriel Salotti/iFlamengoNews.

Matheus Gonçalves começou a partida flertando com o gol. Aos quatro minutos, fez jogada individual pela ponta-direita, mas foi desarmado. Aos seis, recebeu na direita, puxou para dentro e finalizou por cima. Se as duas chances foram desperdiçadas, o companheiro Manaus não titubeou. Aos nove minutos, Guga fez corta-luz na entrada da área e o volante abriu o placar.

A persistência de Matheus Gonçalves chamava a atenção. Aos 15, ele levou a melhor num bate-rebate na área e viu o goleiro fazer grande defesa. A Portuguesa respondeu colocando uma bola levemente no travessão. Então, o atacante rubro-negro foi premiado; e duas vezes seguidas. Aos 24, Matheus Gonçalves invadiu a área, se desvencilhou dos marcadores e finalizou bem, sem chance para o goleiro. Quando o Fla recuperou a bola na saída do adversário, aos 25, ele apareceu bem para fazer mais um, chutando da meia-lua. O primeiro tempo ainda reservava o lance mais bonito. Cobrando falta da intermediária, Lucas Loureiro encobriu o goleiro: 4 a 0.

Segundo tempo:

As mudanças promovidas pelo técnico Leonam Kasali não mudaram o estilo de o Fla jogar. Aos sete minutos, Lucas Balotelli deixou Renan com liberdade para fazer o quinto. Por muito pouco Matheus Gonçalves não anotou um hat-trick. Depois de fazer fila no meio da defesa adversária, ele chutou rente à trave. Biro ainda tentou desviar, mas não alcançou. Coube a Lucas Balotelli marcar o sexto, aos 14, depois de tabela com Kaiky Pinto. Pajé ainda aumentou o placar com um golaço de longe e carimbou o travessão em outra oportunidade. A Lusa fez seu gol de honra com Luis Felipe, aos 32.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *