Fla reage no último quarto, bate o Minas na prorrogação e vai à semi no NBB

Com 12 pontos no tempo extra, Marquinhos foi decisivo e terminou como cestinha

0
216
Foto: Staff Images/Flamengo.

Ao contrário dos dois primeiros jogos da série de quartas de final do Novo Basquete Brasil (NBB), o Flamengo penou para derrotar o Minas Tênis Clube no terceiro e, consequentemente, último confronto, disputado na noite desta quinta-feira (19), na Arena Carioca 1. Atrás no placar durante quase toda a partida, o time rubro-negro só foi reagir, de fato, no último período, arrancando o empate no ataque derradeiro. Na prorrogação, a vida foi mais tranquila. O placar de 97 a 92 sacramentou a classificação rubro-negra. Inspirado no tempo extra, Marquinhos fez 21 pontos ao todo e terminou como cestinha.

O próximo adversário do Flamengo sairá do embate entre Mogi das Cruzes e Caxias do Sul. O time paulista está vencendo por 2 a 0 e pode fechar a série nesta sexta (21), às 21h, diante de sua torcida.

O jogo:

Um apagão na metade do primeiro quarto complicou o Flamengo durante todo o jogo. Com quatro bola de três pontos num intervalo de cinco minutos e 20 segundos, o Minas Tênis Clube chegou a abrir 15 pontos, vantagem incomum na parte inicial de partidas dos playoffs. Marquinhos fez a última cesta do período e descontou para 28 a 15.

Além de não estar conseguindo parar os chutadores do Minas, o Flamengo também sofria com seu próprio ataque. Das 11 tentativas de três pontos no primeiro tempo, apenas uma foi convertida, justamente a primeira de todas, com Ronald Ramon, aos dois minutos de jogo. MJ Rhett tentou dar um ânimo com duas cravadas, mas a diferença foi quase a mesma para o intervalo, com 45 a 33 para o time visitante.

Foto: Staff Images/Flamengo.

No terceiro período, as atenções foram voltadas para Cubillán. Com 12 pontos em 10 minutos, nove deles originados em bolas de três, o venezuelano liderou o início da retomada rubro-negra. Anderson Varejão também foi muito participativo e colaborou com oito pontos no mesmo período. Mas, Gegê e Rhoomes não permitiram que a diferença inferior a quatro. Nos últimos minutos, o Minas ainda conseguiu abrir nova vantagem confortável, de 67 a 58.

O último quarto começou com Jefferson convertendo dois lances livres, recolocando, desta forma, a diferença na casa dos dois dígitos. Arthur Pecos descontou para oito com a primeira das duas bolas de três decisivas que colocaria na cesta. A outra aconteceu a 36 segundos do fim, deixando o Fla atrás por apenas dois pontos. Apagado durante quase todo o jogo, Marquinhos sofreu falta e empatou no apagar das luzes: 83 a 83.

Os lances livres nos últimos segundos marcaram o início do show de Marquinhos. Na prorrogação, o ala fez 12 dos 14 pontos rubro-negros, deixando apenas dois para JP Batista. Nem mesmo a enterrada de Wesley e a bola de três de Audrei intimidaram o Fla, que venceu por 97 a 92.

DEIXE UMA RESPOSTA