Flamengo bate o Vasco pela segunda vez no NBB 10

Foto: Staff Images/Flamengo.

Em dia de clássico no futebol, Flamengo e Vasco também se enfrentaram pelo Novo Basquete Brasil, na tarde deste sábado (27), com torcida única cruzmaltina na Arena Carioca 1. Menos de um mês após o triunfo do primeiro turno, o Fla voltou a levar a melhor sobre o rival, desta vez como visitante, por 89 a 75. Arthur Pecos e MJ Rhett anotaram 25 pontos, cada, e foram os destaques. Líder isolado, com oito vitórias seguidas, o time da Gávea tentará a nona na próxima quinta-feira (01), às 20h30, contra o Campo Mourão, no mesmo local. A partida pode marcar as estreias de Anderson Varejão e Wesley Mogi.

O jogo:

Sozinha no ginásio, a torcida do Vasco demorou a comemorar sua primeira cesta. Em pouco mais de dois minutos, o Flamengo teve uma corrida de 5 a 0, com dois pontos de JP Batista, dois de Cubillán e um de Marquinhos. Os cruzmaltinos viraram com dois arremessos de três de Nezinho e dois pontos de Renato, mas Marcelinho Machado deixou o banco para comandar o Fla. Com duas bolas de três dele e uma do venezuelano, o time rubro-negro abriu oito pontos. O tempo técnico do Vasco não surtiu muito efeito, pois Cubillán meteu outra bola de três e o Fla ampliou a vantagem para 11. A diferença chegou a ser cortada para, sete, mas Marquinhos recolocou em 10, com 26 a 16.

Foto: Staff Images/Flamengo.

O começo do segundo quarto foi marcado pela troca de momento de domínios. O Vasco teve uma corrida de seis pontos, quatro deles marcados por David Jackson. O Flamengo respondeu com quatro, mas levou outros quatro e o técnico José Neto foi obrigado a parar o jogo. No retorno, o equilíbrio permaneceu até Marcelinho anotar mais três pontos. Daí em diante, o Rubro-Negro assumiu o controle, abriu 12 de vantagem em duas oportunidades, depois de três pontos de Pilar e Arthur Pecos, chegou a ampliar em mais dois pontos, mas levou 51 a 39 para o intervalo.

Os arremessos de longa distância do Flamengo continuaram caindo no início do segundo tempo. O terceiro período começou com Marquinhos e Cubillán colocando a vantagem em 18 pontos. Mas, veio o melhor momento cruzmaltino e o prejuízo foi reduzido para sete. O nervosismo estava atrapalhando o Fla a ponto de Ronald Ramon cometer falta de ataque e, logo depois, o maior pontuador da temporada, Marquinhos, desperdiçar dois lances livres. Mesmo assim, a situação continuou, até certo ponto, confortável, com Cubillán fazendo 69 a 57.

Na primeira metade do último quarto, Arthur Pecos foi o principal jogador em quadra, anotando seis pontos importantes para segurar o Vasco, que, a esta altura, buscava o ataque de todas as formas possíveis. O Flamengo deixou a vitória bem encaminhada quando JP Batista anotou dois pontos e fez 79 a 64, restando seis minutos. Nas duas vezes em que o rival tentou reagir, MJ Rhett e Marquinhos responderam com três pontos. O placar final foi largo: 89 a 75.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *