Flamengo é surpreendido pela IDM na final do Circuito Desafiante e terá que jogar repescagem para ir ao CBLoL

DZpMWIGWsAA05Kh - Flamengo é surpreendido pela IDM na final do Circuito Desafiante e terá que jogar repescagem para ir ao CBLoL
Foto: Thiago Correia/Globoesporte.com.

Na tarde deste sábado (01), o Flamengo não conseguiu confirmar seu favoritismo na final do Circuito Desafiante de League of Legends (LoL) e foi derrotado por 3 a 1 pela Ilha da Macacada Gaming, na Promo Arena. Além de ter perdido a invencibilidade e o título do torneio, o time rubro-negro deixou de garantir uma vaga direta no Campeonato Brasileiro do esporte eletrônico. Agora, terá que disputar uma espécie de repescagem no próximo dia 15, contra um rebaixado do CBLoL, para tentar a classificação. O adversário ainda não foi definido.

O jogo:

Na primeira partida, o Flamengo teve até um bom início. Mas, o que parecia fácil, acabou se tornando um problema. Mais agressiva, a IDM assumiu o controle do jogo, chegou às torres de base e fez vantagem no ouro. O Fla ainda conseguiu roubar o Barão com Jisu, mas não adiantou de nada, pois o time adversário definiu o jogo aos 39 minutos.

O segundo embate veio com resposta rubro-negra. Apesar de a IDM ter mantido a pegada, o Flamengo foi mais exitoso nas lutas e contou com brTT inspirado na exibição com Jinx. Aos 37 minutos, a Nexus foi dominada.

Com a torcida animada, o Flamengo tinha tudo para buscar a virada. Porém, viu o duelo do desempate ser dominado pela IDM, que fez 21 a 7 nos abates. Destaque para Ruan “Anyone”, implacável com Kassadin. Os avanços aconteceram de forma natural e, depois de dominar o Barão, o triunfo dos Macacos foi confirmado.

Mais pressionado do que nunca, o Flamengo demorou para reagir. Principal estrela, brTT já não demonstrava tanta efetividade. A IDM, por sua vez, não titubeou em garantir o título. A campanha vitoriosa aconteceu pelas rotas superiores e foi concluída com um Ace.

Pós-jogo:

Enquanto a IDM festejava, os ciberatletas rubro-negros pareciam não acreditar no ocorrido. No twitter, Felipe brTT chamou para si a responsabilidade. “Podem descontar o ódio todo em mim, eu tanko. Abaixar a cabeça nunca. A gente ainda não morreu”, escreveu.

Muito cobrado, o técnico Gabriel MiT parabenizou a IDM pela superiodade, mas lamentou as reações de torcedores do Flamengo. “Triste essas mensagens de ódio com relação a desempenho individual meu ou dos jogadores. Perdemos e ganhamos como um time e não existe culpa centralizada. Estaremos focados no jogo do dia 15 agora”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *