Flamengo fica em segundo na acirrada primeira regata do Carioca de Remo

Título do Botafogo foi confirmado apenas na última prova

0
255
Remadoras infantis garantiram ouro | Foto: Gabriel Salotti/iFlamengoNews.

* Com informações de Gabriel Salotti

Flamengo e Botafogo travaram uma disputa acirrada no primeiro encontro de 2018 pelo Campeonato Carioca de Remo. A primeira das cinco regatas previstas aconteceu entre a manhã e o início da tarde deste sábado (31), na Lagoa Rodrigo de Freitas, e foi decidida apenas na última prova. Depois de ter vencido competições importantes no início do ano, como o Troféu Brasil e o Campeonato Brasileiro de Barcos Curtos, o Fla acabou perdendo o troféu, mas mostrou que o rival não terá vida fácil como nas temporadas anteriores.

Na pontuação da regata, o Botafogo somou 180 pontos, contra 161 do Flamengo. O Vasco veio em terceiro, com 75, seguido pelo Rio de Janeiro, que fez 10, e Guanabara, com quatro. Já no ranking do Carioca, onde algumas provas são descartadas, o Botafogo lidera com 168, seguido novamente pelo Fla, com 135, e pelo Vasco, bem atrás, com 66. A próxima etapa está marcada para o dia 06 de maio, no mesmo local.

As medalhas — Cinco de ouro, sete de prata e quatro de bronze:

O principal momento do Flamengo na regata foi a dobradinha no Single Skiff Aberto Feminino, com Milena Viana conquistando o ouro, e Yanka Vieira, a prata. Em mais duas ocasiões o Fla teve dois barcos garantindo lugar no mesmo pódio, mas com o ouro e o bronze. Angel Acevedo venceu o Single Skiff Junior A, enquanto José Reinaldo Brito chegou em terceiro. Já Willian Giaretton e Xavier Maggi foram os vencedores do Dois Sem Aberto Masculino, com Samuel Lucas e Vinicius Delazeri fechando o pódio.

Milena e Yanka repetiram dobradinha do Brasileiro no Estadual | Foto: Gabriel Salotti/iFlamengoNews.

Além destes três ouros, o Flamengo garantiu mais dois: com João Vitor Lopes, no Single Skiff Infantil Masculino; e com Vitória Brandão, Alice Andrelina, Rayssa Ramos, Beatriz Gomes e Thaylane Cristina, no Yolete Infantil Feminino.

Maior que o número de ouros, cinco, foi o de pratas: sete. Fora a da dobradinha, o Rubro-Negro ainda chegou em segundo no Quatro Sem Peso Leve Masculino, com Willian Giareton, Xavier Maggi, Vangelys Pereira e Emanuel Borges; Double Skiff Sub-23 Feminino, com Isabelle Falck e Maria Clara Araujo; Single Skiff Junior B Feminino, com Heloísa Costa Marinho; Quatro Sem Master C Masculino, com Paulo Henrique Morais, Miguel da Fonseca, Roberto Teixeira e Marcos Alexandre; Four Skiff Peso Leve Feminino, com Isabelle Falck, Caroline Corado, Sofia Ibarguen e Mariana Manso; e Oito Com Sub-23 Masculino, prova vencida pelo Botafogo, que confirmou o título. André Luiz, Neemias Marques, Vinicius Vieira, Roberto Hevia, Marcelo Augusto, Vitor Delfior, Angel Acevedo, Pedro Henrique e Lucas Ribeiro deram o segundo lugar ao Fla.

O clube da Gávea ainda faturou quatro bronzes. Além dos dois já citados, os outros vieram com Lucia Embrione e Juddy Milla Passos, no Double Skiff Junior A Feminino; e Lucas Morais, Brian Barbosa, Yan Costa, Carlos Eduardo e Lucas Ribeiro, no Quatro Com Aspirante Masculino. Nenhum barco rubro-negro foi ao pódio no Dois Sem Peso Leve Sub-23 Masculino e Single Skiff Junior B Masculino.

DEIXE UMA RESPOSTA