Flamengo perde a Taça Rio para o Botafogo e voltará a enfrentar o rival nas finais do Carioca sub-17

Foto: Agência Ferj.

Flamengo e Botafogo decidirão, em dois jogos, o título do Campeonato Carioca sub-17. Campeão da Taça Guanabara, o time rubro-negro teve oportunidade de garantir o bicampeonato de forma antecipada na tarde deste domingo (29), mas viu o rival conquistar a Taça Rio com o empate por 2 a 2, na Gávea, totalizando 5 a 4 no placar agregado da final. Glauber e Rhuan marcaram pelo Fogo; Vitor Gabriel e Patrick fizeram pelo Fla. As datas e horários das finais ainda não foram divulgadas pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ).

Primeiro tempo:

Precisando fazer o resultado, o Flamengo começou tomando a iniciativa, mas brigou mais do que criou chances de gol no início da partida. Depois dos 15 minutos, o Botafogo conseguiu equilibrar e, apesar de também não levar perigo, abriu o placar em pênalti cometido pelo lateral-esquerdo Pablo, que bloqueou com o braço um cruzamento alvinegro. Victor Hugo acertou o canto, mas Glauber cobrou bem e fez 1 a 0. A primeira chance real do Fla foi criada antes do tempo técnico. Depois de receber de Vitor Gabriel, Luan bateu cruzado para defesa de André.

A parada fez bem ao time rubro-negro, que voltou melhor. Aos 33, Yuri César cobrou falta de longe e quase encobriu o goleiro, que mandou para escanteio. Na bola aérea, André saiu do gol e tocou nela, mas não conseguiu afastar. No meio do bate-rebate, Vitor Gabriel empatou o clássico. E a virada veio pouco depois. Em falta da entrada da área, Luan chutou na barreira, a bola passou e ficou com Patrick, que teve o gol aberto para fazer 2 a 1. Antes do intervalo, o Botafogo quase empatou outra vez, mas o goleiro Victor Hugo interceptou um cruzamento e Patrick afastou na hora H.

Segundo tempo:

A igualdade no placar agregado deixou o jogo aberto. O Flamengo queria ampliar. Em escanteio cobrado por Pablo, Henrique cabeceou para fora. O Botafogo respondeu com uma chegada perigosa de Glauber, que recebeu boa bola de Marcelo na área, mas foi travado por Ari. Os principais lances só voltariam a acontecer depois da parada técnica, com a bola parada sendo utilizada de novo, agora pelo Fogo. Rhuan cobrou falta no ângulo para fazer 2 a 2. O título quase foi definido em outra chegada alvinegra, pouco depois, mas o cruzamento de Marcello foi forte e o finalizador não conseguiu acertar o gol.

Obrigado a ir para cima, o Flamengo foi, mas pecou nas finalizações. Em bola levantada por Yuri César na área, a bola rebateu na zaga e Vitor Ricardo chutou de canela, para fora. Depois foi Wendel quem levou perigo, limpando a marcação antes de invadir a área e mandar pela linha de fundo. Yuri César foi outro que tentou, também sem direção. Nos acréscimos, Vitor Gabriel lamentou ter perdido uma chance inacreditável. Após lateral cobrado na área, a bola quicou e o atacante finalizou para fora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *