Flamengo perde para a Ponte Preta e se despede da Copa RS sub-20 sem pontuar

Matheus Thuler fez o único gol do Fla na competição quando a Ponte já vencia por 2 a 0

0
355
Foto: Reprodução/Twitter.

Na tarde deste sábado (08), o Flamengo encerrou sua pior campanha na Copa Rio Grande do Sul, última competição sub-20 de 2017. Lanterna do Grupo C, o time rubro-negro perdeu por 2 a 1 para a Ponte Preta, no estádio do Vale, e se despediu sem somar nenhum ponto. Os gols da Ponte foram marcados por Camilo e Fellipe Cardoso, com Matheus Thuler descontando. O tento foi o único anotado pelo Fla nas quatro derrotas sofridas na competição internacional.

Os principal resultados dos juniores rubro-negros na temporada foram os vices do Campeonato Estadual e da Copa do Brasil sub-20, perdendo os títulos para o Botafogo e o Atlético Mineiro, respectivamente. No Torneio Octávio Pinto Guimarães (OPG), Campeonato Brasileiro e na Copa São Paulo sub-20, o Fla foi eliminado precocemente, bem como na Spax Cup sub-18. Apesar da falta de títulos, vários jogadores estão integrados ao elenco profissional, entre eles Thiago, Gabriel Batista, Léo Duarte, Klebinho, Lucas Paquetá, Felipe Vizeu, Lincoln e Vinicius Junior. Atletas como Dener, Rafael Santos e Patrick não disputaram a Copa RS por lesão.

O jogo:

Até os 35 minutos, o primeiro tempo foi dominado pela Ponte Preta. Titular na Copa RS pela primeira vez, o goleiro rubro-negro, Yago, fez grande defesa logo no começo, após chute em sobra de escanteio. Porém, não adiantou de muita coisa. No lance seguinte, a equipe paulista ficou em vantagem num chute seco de Camilo, da intermediária, sem chance para Yago. Depois do tempo técnico, a Ponte teve duas chances de ampliar. Dantas furou perto da área, mas Felipe bateu por cima do gol. Depois, Alisson foi lançado em velocidade, mas segurou muito e, marcado, teve que chutar sem muita direção, direto pela linha de fundo.

Nos minutos finais da primeira etapa, o Flamengo se lançou ao ataque. Aos 38, Vitor Gabriel fez jogada individual e rolou para trás. Pepê chegou chutando, de longe, e mandou para fora. As melhores chances aconteceram em três escanteios praticamente seguidos. No primeiro, Vinicius Souza cabeceou e o goleiro Guilherme defendeu à queima-roupa. Pepê foi travado no rebote. No segundo, Dantas finalizou para fora. Já no terceiro, aos 44, Vinicius Souza desviou pelo alto e Pepê perdeu na pequena área. O Fla ainda teve um chute de Lucas Silva, depois de driblar um marcador num espaço curto, mas Guilherme fez grande defesa.

Veio o segundo tempo e o ritmo do jogo diminuiu. Administrando o resultado, a Ponte Preta chegou ao segundo gol com o artilheiro Fellipe Cardoso, que recebeu sozinho, no meio da zaga, e não titubeou. Yago ainda conseguiu tocar na bola, mas não evitou que ela entrasse. Já nos acréscimos, Matheus Thuler se antecipou à marcação após cobrança de falta e diminuiu de cabeça.

DEIXE UMA RESPOSTA