Flamengo perde para o Mogi das Cruzes fora de casa e começa em desvantagem na semifinal do NBB

Segundo jogo da série está marcado para sexta-feira (04), às 20h, na Arena Carioca 1

0
150
Foto: Marcelo Zambrana/LNB.

O Mogi das Cruzes levou a melhor sobre o Flamengo no primeiro jogo da semifinal do Novo Basquete Brasil (NBB). Jogando em casa, na tarde deste sábado (26), o time paulista foi melhor e venceu por 79 a 62. A partida aconteceu no ginásio Professor Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes. Tyrone foi o cestinha, com 17 pontos. Ele também pegou 10 rebotes e anotou o duplo-duplo. Jimmy fez 16 pontos. Pelo lado rubro-negro, Marcelinho Machado foi o maior pontuador, com 14. Marcelinho Machado fez 11. O próximo encontro dos times está marcado para sexta-feira (04), às 20h, na Arena Carioca 1.

O jogo:

O Flamengo teve um início de jogo perfeito, abrindo 7 a 0 em pouco mais de dois minutos. Anderson Varejão converteu dois lances livres, enquanto Cubillán anotou cinco pontos em sequência. Mas, a vantagem parou por aí. Buscando o empate durante todo o primeiro quarto, o Mogi das Cruzes não só conseguiu, como também virou, após duas cestas de três de Tyrone. Filipin ainda converteu uma de três, ampliando a diferença para seis. O Fla conseguiu descontar para 19 a 15, mas Shamell anotou um lance livre no último segundo.

O segundo quarto foi muito brigado. Marquinhos começou anotando três pontos e chegou a virar, após quatro pontos de JP Batista. Mas, Vithinho fez três e recolocou o Mogi das Cruzes na frente. Daí em diante, o máximo que o Flamengo conseguiu foi a igualdade no placar, só que não manteve a pegada e foi para o intervalo perdendo por 40 a 36.

As chances de reação foram praticamente anuladas durante o terceiro quarto. Marcando forte e aproveitando falhas defensivas rubro-negras, o Mogi foi aumentando sua vantagem, que chegou a ser de 14 pontos, quando Marcelinho Machados fez três para diminuir a diferença. A distância de 11 se manteve até o fim do período, com 60 a 49.

Logo no início do último quarto, duas cestas de JP Batista e Ronald Ramon deram esperanças ao Fla. Mas, Tyrone jogou um balde de água fria metendo uma bela cesta de três.  Marquinhos e Shamell trocaram três pontos restando pouco mais de cinco minutos, enquanto a vantagem mogiana continuava grande. Cresceu ainda mais no último minuto, com bolas de três de Filipin e Tyrone: 79 a 62.

DEIXE UMA RESPOSTA