Flamengo segura pressão do Galo, vence no Horto e retoma liderança do Brasileirão

Foto: Staff Images/Flamengo.

O que mais preocupava a torcida do Flamengo acabou sendo um dos fatores mais importantes na vitória por 1 a 0 sobre o Atlético Mineiro, que recolocou o rubro-negro na liderança do Campeonato Brasileiro. Titulares na zaga em virtude de alguns dos vários desfalques para o jogo deste sábado (26), os jovens Léo Duarte e Matheus Thuler, ambos formados na base do clube, deram conta do recado mesmo com toda a pressão atleticana. O único gol do jogo, no estádio Independência, foi marcado por Éverton Ribeiro, completando grande jogada individual de Vinicius Junior. Agora, o Fla lidera com 14 pontos, enquanto o Galo ficou estacionado nos 13. O próximo adversário será o Bahia, quinta-feira (31), às 16h, no Maracanã, pela oitava rodada.

Primeiro tempo:

O Flamengo passou praticamente todo o primeiro tempo se defendendo e apostando na velocidade de Vinicius Junior para tentar surpreender o Atlético-MG. Por várias vezes o garoto foi lançado na ponta esquerda ou pelo meio, mas sentiu na pele os contras do esquema tático rubro-negro, pois quase nunca teve opções para trabalhar a bola. Na melhor das chances, aos 34 minutos, Vinicius apareceu de frente para Victor, mas tentou finalizar de cavadinha e colocou pouca força. Antes, Henrique Dourado recebeu lançamento parecido de Diego e optou por driblar o goleiro, mas viu o bandeirinha assinalar impedimento inexistente.

Dominando a posse de bola, o Galo teve mais oportunidades de abrir o placar antes do intervalo. Logo no início, aos sete minutos, Diego Alves fez grande defesa em chute de Gustavo Blanco desviado no meio do caminho. Aos 26, Matheus Thuler cortou parcialmente a bola metida por Cazares e Alerrando ficou com a sobra, mas chutou em cima da zaga e só ficou com o escanteio. No minuto seguinte, Roger Guedes recebeu cruzamento de Gustavo Blanco e acertou o travessão de cabeça. Na sequência do lance, Bremer ainda recolocou a bola na pequena área, mas Diego Alves desviou e Thuler tirou o perigo. Quando, enfim, conseguiu sair do sufoco, o Fla teve uma jogada bem trabalhada, só que Diego estava impedido no momento em que foi acionado por Éverton Ribeiro.

Segundo tempo:

O panorama foi o mesmo depois do intervalo, com o Flamengo tendo ainda mais dificuldade na criação. O estilo de jogo buscando encaixar um contra-ataque ficou evidenciado quando o técnico Maurício Barbieri promoveu a entrada do volante Jean Lucas na vaga de Henrique Dourado, este pouco participativo. Na base do abafa e cheio de escanteios, o Galo só não largou na frente devido à falta de pontaria de seus jogadores e às grandes atuações da dupla de zaga rubro-negra e de Diego Alves. Muitas tentativas de fora da área tomaram o rumo da linha de fundo. Aos 16, o goleiro impediu Gustavo Blanco de marcar em chute de média distância.

Mesmo tentando menos que antes, o Fla conseguiu o que precisava para sair com a vitória. Aos 34, após um chutão da defesa rubro-negra para frente, Emerson falhou no meio-campo e Vinicius Junior avançou carregando a bola. Ganhou do marcador na corrida e só foi parar na frente de Victor, quando rolou para o lado e deixou Éverton Ribeiro com total liberdade para fazer 1 a 0. Daí em diante, o Atlético-MG foi todo para o ataque. Até Victor trocou de área nos acréscimos e teve participação no último lance, desviando um cruzamento de Otero. Gabriel cabeceou com força, mas acertou o travessão.

Foto: Staff Images/Flamengo.

FICHA TÉCNICA — ATLÉTICO MINEIRO 0 X 1 FLAMENGO:
7ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 26 de maio de 2018 (sábado)
Horário: 21h (de Brasília)
Estádio: Independência (Horto), em Belo Horizonte/MG
Arbitragem:

Escalações:
ATLÉTICO-MG — Victor; Emerson, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Gustavo Blanco (Otero), Cazares (Tomás Andrade), Luan e Róger Guedes; Alerrandro (Erik). Técnico: Thiago Larghi.
FLAMENGO — Diego Alves; Rodinei, Matheus Thuler, Léo Duarte e Renê; Jonas, Diego e Lucas Paquetá; Éverton Ribeiro (Rômulo), Vinicius Junior (Felipe Vizeu) e Henrique Dourado. Técnico: Maurício Barbieri.

Gol:
FLAMENGO — Éverton Ribeiro

Cartões amarelos:
ATLÉTICO-MG — Luan
FLAMENGO — Rodinei, Lucas Paquetá, Matheus Thuler e Vinicius Junior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *