Flamengo supera Minas em Belo Horizonte e assume o terceiro lugar do NBB

DRH1yBGW4AEAQBt - Flamengo supera Minas em Belo Horizonte e assume o terceiro lugar do NBB
Cubillan anotou pontos decisivos e terminou o jogo com 14, atrás apenas dos cestinhas | Foto: Divulgação/Minas TC.

Depois de duas semanas apenas treinando, o Flamengo voltou a quadra na noite desta sexta-feira (15), pelo Novo Basquete Brasil (NBB), e conquistou um resultado muito importante, numa atuação que talvez tenha sido a melhor neste início de temporada. Fora de casa, o time rubro-negro bateu o Minas Tênis Clube por 83 a 76, com destaque para o decisivo Marquinhos, cestinha do confronto ao lado do minastenista Roquemore. A partida aconteceu na Arena Minas, em Belo Horizonte. Com a quarta vitória seguida, o Fla  atingiu 80% de aproveitamento, ultrapassou o adversário e assumiu o terceiro lugar da classificação. O próximo compromisso também será fora de casa, contra o Bauru, às 20h da próxima quinta-feira (21), no ginásio Milton Olaio.

O jogo:

Os 10 minutos iniciais foram marcados pelo equilíbrio. Em desvantagem do placar desde a primeira cesta, o Flamengo empatou duas vezes e até chegou a virar em uma delas, mas viu o Minas vencer o primeiro quarto pela pequena vantagem de 14 a 12, graças aos arremessos de três de Rush e Mosso, ambos em momentos importantes.

Os donos da casa voltaram com tudo para o segundo período e ampliaram a diferença no placar para sete depois de três pontos de Roquemore e dois de Mosso. Foi então que teve início a reação rubro-negra. Depois de o técnico José Neto ter pedido tempo, Ronald Ramon descontou em dois lances livres, Marcelinho Machado anotou três pontos do meio da rua e, em contra-ataque rápido, puxado por Pilar, JP Batista empatou a partida. A virada veio com Pilar, um dos destaques do segundo período.

Ainda antes do intervalo, o Minas chegou a ficar na frente de novo, após Jefferson marcar seus primeiros três pontos, mas Arthur Pecos virou outra vez e JP Batista chamou a responsabilidade. O Fla ainda foi beneficiado pela desqualificação de Rush, que se embolou com Pilar debaixo da cesta e reclamou acintosamente quando Marquinhos roubou a bola, pelo fato de o árbitro não ter marcado falta. Aproveitando o momento de instabilidade do adversário e com a defesa funcionando, o Rubro-Negro chegou a abrir 10 pontos, a maior vantagem até então, mas foi para o intervalo vencendo por nove: 41 a 32.

No terceiro quarto, tudo deu certo para o ataque do Flamengo. Se as bolas de três não estavam caindo, Cubillan calibrou a mão e acertou três. Ronald Ramon e Marquinhos também acertaram chutes de longa distância. Em determinado momento, a diferença foi de 17, mas caiu para 14 até o fim do período, com 63 a 49.

A torcida da casa incentivava e o Minas foi para o tudo ou nada. Depois de ter anotado três pontos no início do último quarto, levou um balde de água fria com o arremesso de três de Marquinhos. Ou melhor, dois, pois Ronald Ramon também somou mais três no ataque rubro-negro seguinte. Mas os minastenistas não resistiram. Pelo contrário, o extenso prejuízo foi cortado para apenas cinco pontos. Porém, foi só José Neto pedir tempo e as coisas voltaram ao eixo no Fla. Marquinhos e Cubillan converteram mais um chute de três, cada, e o placar final foi até um pouco confortável: 83 a 76. Além da dupla, o pivô Olivinha também se destacou, anotando um duplo-duplo de 10 pontos e 10 rebotes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *