Flamengo tem jogadora expulsa indevidamente e segura empate com o Rio Preto pelo Brasileiro Feminino

Mesmo com autorização do bandeirinha para voltar do atendimento, Bia levou o primeiro dos dois cartões amarelos dados a ela

0
384
Foto: Marcelo Melo/Tabela Carioca.

O Flamengo segue sem vencer o Rio Preto dentro de seus domínios no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. O quarto confronto da história disputado na Gávea, na tarde desta quarta-feira (09), terminou empatado por 1 a 1. Dany Helena abriu o placar, mas Lelê empatou no segundo tempo. O Fla ficou com uma jogadora a menos na reta final da partida devido à expulsão de Bia, ocasionada por erro da arbitragem.

Com quatro pontos, o Flamengo caiu de quarto para quinto no Grupo B. No próximo dia 17, as atletas rubro-negras farão um confronto direto, fora de casa, com o Foz Cataratas, que tem a mesma pontuação. O líder da chave é o Santos, com sete.

O jogo:

A goleira Kaká e o travessão impediram o Rio Preto de sair na frente do placar. Pressionando desde o início, o time paulista teve as principais chances de gol do primeiro tempo. Mas, foi o Flamengo quem marcou, numa das poucas chegadas perigosas. Aos 39 minutos, Bia cobrou falta na área e Dany Helena cabeceou bonito, no canto, sem chance para a goleira.

O marcador voltou a ficar empatado aos cinco minutos da segunda etapa, com gol de Lelê para o Rio Preto. A igualdade deixou o jogo ainda mais parelho, com as defesas quase sempre levando a melhor sobre os ataques. O momento mais polêmico aconteceu quando a árbitra expulsou Bia, aos 22 minutos, dando o segundo cartão amarelo por falta. O primeiro foi aplicado indevidamente, quando ela retornou a campo depois de atendimento, com autorização do bandeirinha, mas foi punida e não teve o cartão anulado.

Quase no fim, houve uma chance de perigo para cada lado. O Rio Preto assustou com Jéssica, mas o chute foi para fora. Já nos acréscimos, o Flamengo teve uma cabeçada de Renata tomando o mesmo rumo da linha de fundo.

DEIXE UMA RESPOSTA