Flamengo vence Emelec com gols de Éverton Ribeiro e encerra jejum de classificações na Libertadores

Meia-atacante marcou duas vezes, uma delas de falta, e confirmou a vaga do Fla nas oitavas de final com uma rodada de antecedência

0
195
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo.

Oito anos depois, o Flamengo está novamente classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores da América. Com dois gols de Éverton Ribeiro, um deles de falta, o Rubro-Negro derrotou o Emelec (EQU) por 2 a 0, no Maracanã, e confirmou a vaga com uma rodada de antecedência, nesta quarta-feira (16). O técnico Maurício Barbieri foi expulso no segundo tempo.

Agora sem a pressão da série de eliminações consecutivas, o Fla vai decidir o primeiro lugar do Grupo 4 com o também classificado River Plate (ARG), em Buenos Aires. O confronto que fechará a primeira fase está marcado para a próxima quarta (23), às 21h45, no Monumental de Nuñez. Diego levou cartão amarelo contra o Emelec e está suspenso. Atualmente, o River lidera a chave, com 11 pontos, contra nove do Fla. 

Primeiro tempo:

Confiante na classificação, a torcida do Flamengo quase gritou gol aos cinco minutos. Vinicius Junior usou a cabeça para ganhar da marcação e tentou encobrir o goleiro, mas a bola foi por cima. Em compensação, o Emelec assustou aos oito, conseguindo concluir a primeira jogada entre as várias iniciadas na base do toque de bola. Rojas chutou cruzado e viu Diego Alves espalmar. Preciado ficou com a sobra, mas a defesa rubro-negra bloqueou a finalização. Aos 16, Lucas Paquetá arriscou um chute de fora da área, só que não colocou força suficiente e errou a direção. Pouco depois, ele tentou encontrar Henrique Dourado livre na área. Porém, o centroavante não conseguiu alcançar o passe.

O Fla já controlava o jogo quando teve a melhor chance do primeiro tempo. Aos 24, Juan aproveitou a levantada de Éverton Ribeiro e cabeceou firme, mas Dreer defendeu em cima da linha. A bola ainda bateu no travessão. No lance seguinte, Éverton Ribeiro emendou um chute de primeira, de fora da área, e tirou tinta da trave, mas o árbitro já havia parado o lance por falta Henrique Dourado. Quando participou diretamente, aos 25, o Ceifador recebeu passe de Vinicius Junior e chutou de primeira, mas em cima do goleiro. Daí até o intervalo, a produtividade caiu. Nova oportunidade só aconteceu aos 43, quando Juan foi acionado por Diego e apareceu sozinho para cabecear, mas não acertou a meta. Nos acréscimos, Diego Alves preferiu colocar para escanteio a bola mal cortada por Réver.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo.

Segundo tempo:

O caminho para a classificação rubro-negra foi aberto aos dois minutos da segunda etapa. Renê fez grande jogada pela esquerda, tabelou com Vinicius Junior e tocou para o meio da área. A defesa não conseguiu afastar, mas Diego chutou mal e viu Dreer defender com o pé. Na sobra, Éverton Ribeiro encheu o pé para fazer 1 a 0 e incendiar o Maracanã.

Aos oito minutos, Maurício Barbieri foi expulso direto por reclamar de uma marcação do árbitro. Desta forma, o Flamengo passou a ser comandado por Maurício de Souza, treinador do time sub-20 promovido a auxiliar do profissional. Buscando o empate, o Emelec chegou com Luna, mas o chute não saiu forte e Diego Alves fez defesa segura. Do outro lado, Rodinei acertou uma bomba de primeira, da intermediária, mas Lastra bloqueou com a cabeça.

Depois da metade do segundo tempo, o Emelec foi para cima e passou a oferecer os contra-ataques. Aos 27, Dreer saiu do gol e afastou o lançamento longo feito por Diego para Vinicius Junior. Henrique Dourado teve a sobra fora da área e viu o gol aberto, mas permitiu que o goleiro chegasse a tempo de tirar. O atacante ainda tentou um cruzamento, só que a zaga acabou com o perigo. Bobeira maior deu Vinicius, aos 32. Arroyo recuou mal e o garoto entrou com toda liberdade do mundo na área, mas ficou confuso ao ver o auxiliar levantar a bandeira. Quando viu que o árbitro principal havia mandado seguir, já estava em cima do goleiro e tocou para o lado, mas o zagueiro impediu que Dourado recebesse na pequena área.

A desatenção de Vinicius Junior quase custou caro. Apenas dois minutos mais tarde, Diego Alves pegou um chute rasteiro de Luna. Já aos 39, tirou com um tapa a finalização colocada de Preciado, no ângulo. Réver saiu jogando após cabeçada de Lastra, no susto. O alívio veio quando Lucas Paquetá sofreu falta na entrada da área, já nos acréscimos. Éverton Ribeiro foi para a bola e acertou a gaveta numa cobrança magistral: 2 a 0.

FICHA TÉCNICA — FLAMENGO 2 X 0 EMELEC (EQU):
Copa Libertadores da América — 5ª rodada do Grupo 4
Data: 16 de maio de 2018 (quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro/RJ
Arbitragem: Diego Haro (PER); Raul Lopez Cruz (PER) e Victor Raez (PER).

Escalações:
FLAMENGO — Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan (Léo Duarte) e Renê; Cuéllar, Diego (Jonas) e Lucas Paquetá; Éverton Ribeiro, Vinicius Junior e Henrique Dourado (Marlos Moreno). Técnico: Maurício Barbieri.
EMELEC — Dreer; Paredes, Jaime, Mejía e Bagüí; Arroyo (Burbano), Lastra, Orejuela e Matamoros (Luna); Preciado e João Rojas (Montero). Técnico: Alfredo Arias.

Gol:
FLAMENGO — Éverton Ribeiro, aos três e 46 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos:
FLAMENGO — Diego e Lucas Paquetá.
EMELEC — Preciado, Lastra e Mejía.

DEIXE UMA RESPOSTA