Flamengo vence fácil time da casa e vai à final do Torneio Internacional de Basquete de Lima

DJ4vAQlWsAAGjOL - Flamengo vence fácil time da casa e vai à final do Torneio Internacional de Basquete de Lima
Foto: Divulgação/Time Flamengo.

O Flamengo é o primeiro finalista do Torneio Internacional de Basquete de Lima. A vaga foi assegurada com a vitória tranquila sobre o Regatas de Lima, por 84 a 44, na noite deste sábado (26), no Coliseu Manuel Bonilla. Olivinha terminou como cestinha, com 14 pontos. O norte-americano MJ Rhett e o venezuelano Cubillan voltaram a jogar bem e fizeram 11, cada. Neste domingo (17), às 21h (de Brasília), o Fla decidirá o título com o vencedor de Bahia Basket, da Argentina, e Real Club, do Peru, no mesmo ginásio.

O jogo:

As bolas de três pontos fizeram a diferença para o Flamengo no primeiro período, onde foi construída uma pequena vantagem que deu segurança para os quartos seguintes. Depois do Regatas de Lima ter começado na frente, Cubillan virou. As equipes, então, foram revezando na liderança do placar, até começar a sequência de cestas rubro-negras de longa distância. Humberto, outra vez Cubillan e Marcelinho Machado, duas vezes, converteram bolas de três até o fim da parcial, fazendo 21 a 15 pro Fla.

No começo do segundo período, Ronald Ramon e Arthur Pecos anotaram dois pontos, cada, colocando a diferença em 10. O Regatas conseguiu encurtar para sete, mas parou por aí. Liderado por Pecos, que, entre outras cestas, fez uma bela de três, o Flamengo abriu 17 pontos de vantagem em duas ocasiões. Persistente, o time peruano descontou para 14, mas a distância voltou a crescer. Antes do intervalo, Marcelinho e MJ Rhett protagonizaram um belo lance, com assistência do brasileiro para cravada do norte-americano, e ainda deu tempo para o jovem Danilo converter mais três pontos e fazer 45 a 26.

Com um início de terceiro quarto avassalador, o Flamengo deixou a vitória ainda mais encaminhada. O Regatas só pontuou depois de quase quatro minutos, quando a vantagem rubro-negra já estava em 27 pontos, com destaque para a boa entrada de JP Batista, somando 19 pontos com Olivinha na parcial. Outro diferencial foi o ímpeto defensivo, que só permitiu ao Regatas fazer seis pontos, colocando a vantagem em 40, com 72 a 32.

Assim que a bola subiu para o último quarto, Cubillan anotou dois pontos e o Flamengo abriu a maior diferença do jogo até então, de 42. Diminuindo a intensidade e dando rodagem para os atletas mais novos, o Fla viu o time da casa se lançar ao ataque para diminuir o prejuízo. Porém, os gringos da Gávea não permitiram reação nenhuma. Com três pontos de Cubillan e mais três de MJ Rhett, em enterrada e lance livre por falta sofrida, a diferença voltou a ser de 42. Chegou a 44 na sequência, com ponte aérea de Cubillan para João Vitor. No final, o placar foi 84 a 44.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *