Ganhando ritmo, Guerrero marca e comanda vitória do Flamengo em jogo-treino contra o Tigres

Marlos Moreno, Ederson e Rômulo completaram o placar de 4 a 0

0
290
Foto: Divulgação/Flamengo.

Um dia depois do empate com o Santa Fe (COL) pela Copa Libertadores da América, os jogadores que não foram titulares e outros que não estão sendo utilizados atualmente participaram de um jogo-treno do Flamengo contra o Tigres do Brasil, no Ninho do Urubu. A atividade da tarde desta quinta-feira (19) terminou com vitória rubro-negra por 4 a 0. Ocorreram três tempos de 30 minutos. Paolo Guerrero atuou nos dois últimos e fez um gol. Os outros foram de Marlos Moreno, Ederson e Rômulo. Prestes a encerrar a carreira, Júlio César esteve em campo por meia hora.

A atividade:

O Flamengo começou o jogo-treino escalado com César; Pará, Léo Duarte, Matheus Thuler e Trauco; Jonas, Willian Arão e Jean Lucas; Marlos Moreno, Geuvânio e Lincoln. A formação funcionou no lado esquerdo, por onde surgiram as principais jogadas. Em uma delas, Trauco encontrou Marlos Moreno na pequena área. O colombiano dominou e fez o giro para abrir o placar.

Para a segunda etapa, o técnico Maurício Barbieri promoveu algumas substituições, com destaque para as entradas do goleiro Júlio César e do atacante Paolo Guerrero, no intuito de dar ritmo de jogo a ambos. Também entraram Rômulo, Jonas e Ederson, para as saídas de César, Léo Duarte, Willian Arão, Jean Lucas e Lincoln, respectivamente. Os 30 minutos foram os melhores do Flamengo em toda atividade. Após cruzamento de Trauco, Ederson deu assistência para Guerrero marcar. Depois, Guerrero sofreu pênalti e Ederson cobrou: 3 a 0. Klebinho e Jajá substituíram Pará e Geuvânio com bola rolando.

Na última pausa para conversa, novas mudanças foram feitas e alguns jogadores da base ganharam oportunidade de mostrar serviço, entre eles o zagueiro Dener, que se recuperou de lesão. O time rubro-negro passou a contar com Thiago; Klebinho, Dener, Gabriel e Ramon; Ronaldo, Romulo, Jajá; Samuel, Ederson e Guerrero. No principal lance da etapa final, Rômulo marcou de cabeça. A bola ainda bateu no defensor adversário antes de entrar.

DEIXE UMA RESPOSTA