Juan marca, Vizeu faz golaço e Flamengo vence Júnior Barranquilla de virada na primeira semi da Sul-Americana

Juan e Felipe Vizeu marcaram na vitória por 2 a 1, no segundo tempo, depois de Alex Muralha ter sido vazado um minuto após substituir o lesionado Diego Alves

0
171
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo.

Sobrou emoção para os mais de 41 mil torcedores que compareceram ao Maracanã na noite desta quinta-feira (23) e empurraram o Flamengo para a vitória por 2 a 1, sobre o Junior Barranquilla, no jogo de ida da semifinal da Copa Sul-Americana. Depois de ter perdido Diego Alves por suspeita de fratura na clavícula direita e ter ficado atrás no placar com gol de Téo Gutiérrez, já com Alex Muralha no gol, o Rubro-Negro viu Juan e Felipe Vizeu construírem a virada no segundo tempo. O resultado garantiu a vantagem no jogo de volta, marcado para a próxima quinta (30), às 22h15, no estádio Metropolitano Roberto Meléndez, em Barranquilla/COL. No domingo (36), às 19h, o Fla tem compromisso pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Santos, na Ilha do Urubu.

O jogo:

Mesmo quando estiveram em desvantagem, os jogadores do Flamengo não puderam reclamar de falta de apoio. Durante os 90 minutos, a torcida cantou muito. Até teve um momento de desânimo aos 16 do primeiro tempo, quando Diego Alves saiu do gol para diminuir o ângulo de Yony Gonzáles, que chegava sozinho após falha da zaga, e acabou levando a pior no choque, tendo que ser substituído pelo questionado Alex Muralha. No primeiro minuto em campo, o goleiro reserva viu Téo Gutierrez abrir o placar, após cruzamento de German Gutiérrez. Uma punição para o time rubro-negro, que jogava melhor e teve três finalizações perigosas antes do intervalo: dois chutes de Mancuello, ambos de fora da área, e uma cabeçada de Felipe Vizeu, todos pela linha de fundo.

As vaias e pedidos de raça no intervalo deram lugar novamente ao apoio no começo da segunda etapa. Porém, dentro do campo, o time demorou a corresponder. No primeiro minuto, até teve uma chance, mas a cabeçada de Diego, depois de cruzamento de Pará, não foi no gol. Apostando nos contra-ataques, o Junior Barranquilla teve chances de ampliar com Gonzáles, Díaz e Chará. O Flamengo só voltou a assustar aos 22, em cabeçada forte de Réver no canto. A bola só não entrou porque Viera fez grande defesa e mandou para escanteio.

O lance perigoso deu indício de uma melhora do Fla, que ganhou em ofensividade com as entradas de Vinicius Junior e Lucas Paquetá. O gol do empate saiu aos 30, na base da bola aérea. Trauco cobrou escanteio e Juan, na sétima cabeçada rubro-negra, fez 1 a 1. O time colombiano respondeu duas vezes. Aos 32, Muralha rebateu chute de Díaz e Pará cortou o a sobra. No minuto seguinte, Díaz voltou a dar trabalho, desta vez em chute da entrada da área, mas para fora. Mesmo com os sustos, a torcida do Flamengo seguia inflamada. E explodiu aos 36, quando Trauco fez cruzamento, Willian Arão tocou de cabeça para trás e Felipe Vizeu acertou um chutaço de primeira, no ângulo, sem chance para o goleiro: 2 a 1.

Nos minutos restantes, Alex Muralha deixou a torcida apreensiva. Chará arriscou de longe e o goleiro fez defesa estranha antes de desequilibrar. Díaz estava na sobra, mas foi marcado impedimento. Nos acréscimos, Lucas Paquetá aproveitou saíra errada da equipe adversária e se livrou de dois marcadores, mas a finalização colocada foi defendida por Viera. O placar mínimo foi comemorado.

FICHA TÉCNICA — FLAMENGO 2 X 1 JUNIOR BARRANQUILLA:
Copa Sul-Americana – Jogo de ida da semifinal
Data: 23 de novembro de 2017 (quinta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro/RJ
Arbitragem: José Argote (VEN); Luis Murillo (VEN) e Carlos Lopez (VEN); Juan Soto (VEN).

Escalações:
FLAMENGO — Diego Alves (Alex Muralha); Pará, Réver, Juan e Trauco; Cuéllar, Willian Arão e Diego; Éverton Ribeiro (Lucas Paquetá), Mancuello (Vinicius Junior) e Felipe Vizeu. Técnico: Reinaldo Rueda.
JUNIOR BARRANQUILLA — Sebastián Viera; David Murillo, Rafael Pérez, Jorge Arias e Germán Gutiérrez; Pico, Cantillo, Mier (Luis Díaz) e Yony González; Téo Gutiérrez (James Sánchez) e Yimmi Chará. Técnico: Julio Comesaña.

Gols:
FLAMENGO — Juan, aos 30, e Felipe Vizeu, aos 36 minutos do segundo tempo.
JUNIOR BARRANQUILLA — Téo Gutiérrez, aos 20 minutos do primeiro tempo.

Cartões amarelos:
FLAMENGO — Éverton Ribeiro.
JUNIOR BARRANQUILLA — David Murillo.

DEIXE UMA RESPOSTA