Muralha falha duas vezes e Flamengo leva virada do Santos na despedida da Ilha no Brasileirão

Apoiado antes da partida, substituto de Diego Alves foi muito vaiado após erros

0
253
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo.

Na noite deste domingo (26), o Flamengo passou longe de fazer uma de suas piores atuações no Campeonato Brasileiro. Mesmo poupando alguns jogadores por conta da semifinal da Sul-Americana, dominou o Santos, na Ilha do Urubu, em jogo válido pela 37ª rodada. Até marcou um gol bem cedo, com Lucas Paquetá. Mas a vitória ficou com a equipe visitante, que contou com duas falhas do goleiro Alex Muralha, substituto do lesionado Diego Alves, e virou para 2 a 1 com Bruno Henrique e Arthur Gomes.

Mesmo estacionado nos 53 pontos, o Flamengo segue em sexto, mas pode perder uma posição até o final da rodada, pois o Botafogo, que está em oitavo, enfrentará o Palmeiras nesta segunda-feira (26). A situação deu caráter decisivo ao duelo contra Vitória, no próximo domingo (03), às 17h, no Barradão. Só a vitória dará a vaga na fase classificatória da Libertadores. Antes, o foco do Fla volta para o segundo duelo contra o Junior Barranquilla, na quinta (30), às 22h30, na Colômbia. O objetivo é ir à final da Sul-Americana e continuar na briga pelo título e por uma lugar direto na fase de grupos da principal competição continental em 2018.

O jogo:

Não fosse um lance de infelicidade do goleiro Alex Muralha, o Flamengo teria saído do primeiro tempo em vantagem no placar. Melhor no início da partida, o Rubro-Negro, inaugurou o placar aos seis minutos. Após escanteio cobrado por Renê, Rafael Vaz desviou de cabeça. Victor Ferraz tentou tirar pelo alto, mas acabou dando assistência para Lucas Paquetá, que chegou cabeceando para a rede. Porém, o balde de água fria veio quatro minutos depois. Alex Muralha tentou driblar Ricardo Oliveira, que ficou com a bola e rolou para trás. Bruno Henrique teve o gol aberto para empatar: 1 a 1.

Se antes a torcida apoiava, cada toque de Muralha na bola desde então foi acompanhado por vaias. O Flamengo seguiu melhor e criou outras chances, mas não voltou a marcar antes do intervalo. Aos 25, Felipe Vizeu ganhou dividida com Fabián Noguera e tocou para Éverton Ribeiro, que deu passe para o meio da área. A bola passou pela zaga santista e chegou em Cuéllar, que chegou chutando. Vanderlei deu rebote, mas Diego não conseguiu aproveitar e saiu com a bola. Já aos 37, Willian Arão abriu na direita e Everton Ribeiro fez bom cruzamento. Felipe Vizeu deu uma casquinha na bola, mas Lucas Paquetá não conseguiu completar.

As finalizações aconteceram em quantidade ainda maior no segundo tempo — 16 contra 11. Logo aos seis minutos, Éverton Ribeiro recebeu de Diego e mandou por cima do gol. Aos 10, Rodinei cruzou na área e Willian Arão cabeceou para fora. Dois minutos depois, um susto. Rafael Vaz foi cortar um cruzamento de Victor Ferraz e acertou o trave, enquanto Muralha já havia caído para interceptar caso o cruzamento passasse. O Flamengo voltou a levar perigo aos 18, com Diego cobrando falta bem perto. Vanderlei só olhou a bola sair pela linha de fundo.

O panorama da partida mostrava o Flamengo mais perto de chegar ao segundo gol. Porém, ninguém contava com outro erro de Muralha. Arthur Gomes saiu do banco e, na primeira participação, superou o goleiro rubro-negro, que viu a bola passar por debaixo do seu corpo e entrar. Com mais de 15 mil torcedores cobrando, o Fla foi para o tudo ou nada. Paquetá isolou uma bola da pequena área. Vizeu tentou de bicicleta, mas mandou nas mãos de Vanderlei. Vinicius Junior e Lincoln entraram dando mais intensidade aos ataques, mas a bola insistiu em não entrar.

FICHA TÉCNICA — FLAMENGO 1 X 2 SANTOS:
37ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 26 de novembro de 2017
Horário: 19h (de Brasília)
Estádio: Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro/RJ
Arbitragem: Bráulio da Silva Machado; Kléber Lúcio Gil e Carlos Berkenbrock; Henrique Neu Ribeiro.

Escalações:
FLAMENGO — Alex Muralha; Rodinei, Rever, Rafael Vaz e Renê; Cuéllar, Willian Arão (Vinicius Junior) e Diego (Geuvânio); Everton Ribeiro, Lucas Paquetá e Felipe Vizeu (Diego). Técnico: Reinaldo Rueda.
SANTOS — Vanderlei; Victor Ferraz, Fabián Noguera, Luiz Felipe e Jean Mota; Alison, Renato e Vecchio (Kayke); Bruno Henrique (Matheus Jesus), Copete (Arthur Gomes) e Copete. Técnico: Elano.

Gols:
FLAMENGO — Lucas Paquetá, aos seis minutos do primeiro tempo.
SANTOS — Bruno Henrique, aos seis minutos do primeiro tempo; Arthur Gomes, aos 28 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos:
FLAMENGO — Diego e Felipe Vizeu.
SANTOS — Jean Mota e Alison.

DEIXE UMA RESPOSTA