Na estreia de Carpegiani, garotada dá conta do recado e Flamengo começa o Carioca vencendo o Volta Redonda

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo.

Iniciando a temporada de treinador novo e dando chances para jogadores formados em casa, o Flamengo estreou bem no Campeonato Carioca. Na noite desta quarta-feira (17), o Rubro-Negro superou o Volta Redonda por 2 a 0, no estádio Raulino de Oliveira. Do time titular, apenas o capitão Jonas, o único que não foi formado na base do clube, e seu companheiro de volância, Ronaldo, têm mais de 20 anos. Os gols da vitória, por exemplo, foram marcados por Lucas Silva e Pepê, que disputaram a primeira fase da Copa São Paulo sub-20. Hugo Moura, Vitor Gabriel e Matheus Dantas entraram no segundo tempo e vão voltar nesta quinta (18) para Barueri, pois seguem relacionados na competição júnior.

Líder do Grupo B da Taça Guanabara, com três pontos, o Flamengo voltará a campo no próximo domingo (17), para a primeira partida como mandante em 2018. O confronto com a Cabofriense está marcado para as 20h15, na Ilha do Urubu.

Primeiro tempo:

Com a garotada querendo mostrar trabalho, o Flamengo adotou postura ofensiva no início. Em menos de cinco minutos, Lucas Silva teve um chute defendido por Douglas Borges, da entrada da área, e Klebinho finalizou, de fora dela, rente à trave. Mesmo nos momentos de menor intensidade, a troca de passes com tranquilidade representava o controle da partida. Aos 15, Ronaldo deu ótimo passe para Lucas Silva, sozinho, de frente para o goleiro, mas ele demorou para ajeitar o corpo após o domínio, dando tempo para a zaga chegar e cortar para escanteio. No minuto seguinte, Jonas arriscou de longe e mandou à direita. Buscando jogo, Lucas Silva ainda exigiu uma defesa do goleiro, aos 18, e conseguiu outro escanteio, aos 21, após caneta aplicada por Pepê em Marcelo.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo.

Se defendendo durante quase todo o primeiro tempo, o Volta Redonda teve uma chegada perigosa aos 33, mas Patrick fez desarme perfeito e impediu a finalização. O lance teve continuidade num contra-ataque fulminante puxado por Lucas Silva, desde o setor defensivo, com direito a pedaladas antes de entrar na área e chutar cruzado, sem chance para o goleiro chegar. Na comemoração, não conseguiu segurar a emoção. O Voltaço, por sua vez, quase empatou aos 44, quando Dija Baiano foi lançado sem marcação, só que Gabriel Batista fechou o ângulo e salvou com o pé.

Segundo tempo:

Ao contrário do milagre anterior, o goleiro rubro-negro só pôde olhar a falta cobrada por Marcelo, no começo da segunda etapa, explodir no travessão e não entrar. Pouco depois, quem salvou foi Patrick, cortando na primeira trave um cruzamento de Fabinho. Pressionando, o Volta Redonda levou um balde de água fria em outro contra-ataque encaixado pelo Fla. Desta vez, Wendel passou para Pepê, que até perdeu o tempo de bola no domínio, mas corrigiu o posicionamento e, de fora da área, acertou o ângulo: 2 a 0.

O segundo gol do Flamengo matou a reação do adversário. Wendel ainda teve duas chances claras, quase seguidas, de ampliar. Na primeira, demorou para chutar e foi trafado, frente a frente com o goleiro. Já na segunda, tentou driblar Douglas Borges para ficar com o gol vazio e foi derrubado, mas o árbitro não viu pênalti. Depois disso, várias substituições foram feitas, mas a última oportunidade real de gol foi de outro titular. Aos 31, após nova jogada individual, Lucas Silva invadiu a área e rolou para trás. Em condição de definir a gol, Jean Lucas teve o chute travado e a bola foi para escanteio. Do outro lado, Ramon se jogou de carrinho para bloquear a finalização de Dija Baiano, que viu a bola beijar a trave antes de sair.

Ainda deu tempo para Hugo Moura, que havia deixado o banco minutos antes, distribuir chapéus e abrir o jogo para Lucas Silva, que chutou cruzado e viu a defesa do Voltaço afastar. André Duarte respondeu, mas André Duarte não conseguiu diminuir.

FICHA TÉCNICA — VOLTA REDONDA 0 X 2 FLAMENGO:
Campeonato Carioca – 1ª rodada da Taça Guanabara
Data: 17 de janeiro de 2018 (quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Estádio: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda/RJ
Arbitragem: Rodrigo Nunes de Sá; Luiz Claudio Regazone e Michael Correia; Daniel de Oliveira Alves Pereira.

Escalações:
VOLTA REDONDA — Douglas Borges; Luís Gustavo, Daniel, Bruno Costa e Michel Benhami; Bruno Barra, Marcelo e Rafael Granja (Vinicius Pacheco); Fabinho Alves, Dija Baiano e Anselmo (André Duarte). Técnico: Felipe Surian.
FLAMENGO — Gabriel Batista; Klebinho (Matheus Dantas), Matheus Thuler, Patrick e Ramon; Jonas, Ronaldo, Jean Lucas (Jajá_ e Pepê (Hugo Moura); Lucas Silva e Wendel (Vitor Gabriel). Técnico: Paulo César Carpegiani.

Gols:
FLAMENGO — Lucas Silva, aos 34 minutos do primeiro tempo; Pepê, aos cinco minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos:
VOLTA REDONDA — Michel Benhami e Luís Gustavo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *