No retorno de vários campeões da Copinha, Flamengo vence o Bangu pelo Carioca sub-20

Luiz Henrique fez o gol do triunfo por 1 a 0, fora de casa, em Moça Bonita

0
264
Foto: Victor Andrade/iFlamengoNews.

Depois de ter estreado com um time todo reserva, na vitória por 1 a 0 sobre o Bonsucesso, o Flamengo contou pela primeira vez com vários dos campeões da Copa São Paulo sub-20 no Campeonato Carioca da categoria, na tarde desta quinta-feira (01). Um dos jogadores que não havia atuado na primeira rodada da Taça Guanabara, o meia Luiz Henrique foi o autor do gol que garantiu o triunfo sobre o Bangu, no estádio de Moça Bonita, pelo mesmo placar anterior.

Mesmo com alguns titulares, o Fla atuou bastante desfalcado em relação ao grupo da Copinha. Wesley, Vinicius Souza e Bill estão lesionados, enquanto Patrick, Michael, Pepê, Lucas Silva e Gabriel seguem treinando com o elenco profissional.

O resultado deixou o Fla momentaneamente na liderança isolada do Grupo A, com seis pontos. Vasco e Volta Redonda estão empatando por 0 a 0 e ficando com quatro. Se alguém vencer, igualará a pontuação. O próximo compromisso do time rubro-negro está marcado para sábado (03), às 16h, contra o Resende, na Gávea.

Primeiro tempo:

Apesar do calor intenso e do início de jogo muito disputado, com várias divididas, o Flamengo conseguiu se sobressair e criar um domínio antes dos 20 minutos. Logo no começo, Luiz Henrique recebeu de Patrick Valverde, na esquerda, e tentou encontrar Wendel no meio da área, mas a zaga do Bangu cortou para escanteio. Na cobrança, quase houve gol contra. Em novo lance perigoso, Patrick tabelou com Luiz Henrique e passou por dois marcadores, mas chutou fraco, facilitando a vida do goleiro Flávio.

Antes da parada técnica, o Fla teve um momento de pressão. Primeiro, Yuri César recebeu de Luiz Henrique em condição de marcar, mas viu o zagueiro impedir o gol por cobertura. Na bola aérea, Bernardo cabeceou rente à trave. A melhor oportunidade do primeiro tempo aconteceu com Patrick Valverde, que foi acionado por Luiz Henrique e carimbou a trave. Na volta do tempo técnico, o camisa 7 cobrou uma falta que foi espalmada pelo goleiro para o lado.

Depois dos 30 minutos, o Bangu cresceu. Após erro de Aderlan na saída de bola, Boni recebeu na esquerda, durante o contra-ataque, e chutou pela linha de fundo. Depois foi a vez de Matheus arriscar de fora da área, mas a finalização saiu fraca. Aos 38, Kaká levantou a bola na área e Ramon não conseguiu cortar, mas os jogadores do próprio Bangu se atrapalharam e Aderlan afastou o perigo. Na reta final do primeiro tempo, o Flamengo recuperou o domínio da posse de bola, só que não soube aproveitar as chegadas promissoras. Yuri César isolou um chute da entrada da área e Théo furou quando recebeu cruzamento à meia-altura. Aos 43, o lateral-direito Braian colocou a bola na cabeça de Patrick Valverde, na pequena área, mas a cabeçada não foi no gol.

Segundo tempo:

Mais ligado depois do intervalo, o Flamengo não demorou para chegar ao gol. Quase o fez no primeiro lance da segunda etapa, com Wendel finalizando por cima no rebote da finalização inicial, que havia explodido na zaga. O placar foi inaugurado aos seis minutos, numa jogada iniciada por Yuri César. Após ser lançado na esquerda, Théo rolou para Luiz Henrique, que teve tempo para dominar, na entrada da área, e colocar no cantinho: 1 a 0. O gol foi o último lance ofensivo com participação do camisa 10 rubro-negro, que deixou o gramado sentindo, pouco depois, dando lugar a Luan David.

Obrigado a partir para cima, o Bangu criou duas oportunidades em sequência. João Marcos fez jogada individual e tocou para dentro da área, mas Aderlan chegou rasgando e deu bronca nos companheiros do sistema defensivo. No lance seguinte, Luis Fernando passou por Braian com facilidade e chutou forte, no canto, mas Hugo Souza caiu bem para salvar o Flamengo. A melhor chance alvirrubra surgiu depois da parada técnica, com João Marcos. Ele carregou da esquerda para a direita, tabelou e chutou muito perto do gol. Nos minutos finais, o Bangu seguiu exercendo uma pequena pressão, mas a zaga rubro-negra foi soberana na maior parte do tempo. Quando foi exigido, nos acréscimos, o goleiro Hugo Souza cresceu para impedir que João Marcos empatasse no contra-ataque.

FICHA TÉCNICA — BANGU 0 X 1 FLAMENGO:
Campeonato Carioca sub-20 — 2ª rodada da Taça Guanabara
Data: 01 de fevereiro de 2018 (quinta-feira)
Horário: 16h (de Brasília)
Estádio: Moça Bonita, no Rio de Janeiro/RJ
Arbitragem: Jefferson de Souza Oliveira; Adriano de Castro Correa e Luiz Carlos Alves Pequeno Junior; Adrian Michel Castro Gomes de Oliveira.

Escalações:
BANGU — Flávio; Vaguinho, Lucas Lima, Lucas Leonardo e João Marcos; Matheus, Kaká (Tadeu), Luis Fernando (João Alcântara) e Ramon (Kléber); Boni (Felipe) e Cardoso (Marquinhos). Técnico: Marcus Amoroso.
FLAMENGO — Hugo Souza; Braian (Waschington), Bernardo, Aderlan e Ramon; Hugo Moura, Théo, Luiz Henrique (Luan David), Patrick Valverde (Gabriel Magalhães) e Yuri César (Vitor Ricardo); Wendel (Samuel). Técnico: Maurício de Souza.

Gol:
FLAMENGO — Luiz Henrique, aos seis minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos:
BANGU — Lucas Lima e João Marcos.
FLAMENGO — Wendel.

DEIXE UMA RESPOSTA