Wendel faz gol relâmpago, Flamengo segura pressão do São Paulo e é tetracampeão da Copa SP sub-20

Herói da conquista foi liberado do time profissional pelo técnico Paulo César Carpegiani e marcou de cabeça, aos dois minutos; Yago Darub foi um paredão no segundo tempo

0
36
Foto: Staff Images/Flamengo.

Um dos jogadores que se dividiu entre a Copa São Paulo e o Campeonato Carioca neste início de ano, Wendel foi de muito questionado a xodó da torcida do Flamengo. Substituto do suspenso Vitor Gabriel, o atacante foi o autor do gol relâmpago que deu o quarto título da principal competição sub-20 do país ao clube rubro-negro, na vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo, com atuação brilhante do goleiro Yago Darub. A final aconteceu na manhã desta quinta-feira (25), aniversário da capital paulista, no Pacaembu.

Mesmo fora da decisão, Vitor Gabriel foi eleito o Craque da Galera. Ele foi o artilheiro do time campeão no torneio, com quatro gols. Além de 2018, o Fla também ficou com a taça da Copa São Paulo em 1990, 2011 e 2016, com 100% de aproveitamento em finais. Os três últimos títulos vieram através de campanhas invictas.

O jogo:

Foto: Staff Images/Flamengo.

Com apenas dois minutos de jogo, houve muita comemoração no tobogã do Pacaembu, onde estava a torcida do Flamengo. Em escanteio bem cobrado, Pepê encontrou Wendel, que subiu sozinho e cabeceou tirando do goleiro para fazer 1 a 0. Tentando não se abater, o Sâo Paulo deu duas respostas quase imediatas. Aos cinco, Liziero cobrou falta da entrada da área, mas mandou no lado de fora da rede. Já aos sete, o artilheiro Toró apareceu livre na área e deu um toquinho para tirar do goleiro, mas a bola beijou o pé da trave e saiu. Antes da parada técnica, o Tricolor Paulista ainda teve um cruzamento perigoso de Bruno Dip interceptado por Yago Darub, com Patrick afastando na sequência, e o Fla respondeu em boa jogada de Pepê, mas o chute foi para fora.

Depois da parada, Bill apareceu pela primeira vez. Lançado pelo lado direito, se aproximou da área e bateu cruzado, mas viu Júnior fazer defesa segura. Já o São Paulo teve chance clara de deixar tudo igual. Aos 27, Helinho fez boa jogada pela direita e fez o cruzamento, que desviou na zaga e sobrou para Igor. A finalização tinha endereço, mas Hugo Moura fez corte providencial, colocando para escanteio. Esta foi a tônica do resto do primeiro tempo: o sistema defensivo rubro-negro trabalhando para impedir o empate.

A pressão são-paulina continuou no começo da segunda etapa, com uma cabeçada de Rodrigo passando perto. Aos quatro minutos, o lateral-esquerdo Gabriel Novaes, que entrou no intervalo, foi desarmado por Matheus Dantas dentro da área, antes de chutar a gol. O Flamengo só conseguiu atacar aos 13 minutos, em boa trama ofensiva que terminou com cruzamento rasteiro de Pepê sendo colocado para escanteio. Mas, não demorou muito para o São Paulo pressionar novamente. Aos 15, Toró passou por Bernardo na área e cruzou. Matheus Dantas conseguiu cortar, mas quase enganou Yago Darub, que se recuperou a tempo de agarrar a bola. O goleiro rubro-negro teve que trabalhar mais duas vezes antes da parada técnica. Aos 27, mandou para escanteio uma pancada de Liziero, quase sem ângulo. Apenas dois minutos depois, defendeu uma cabeçada à queima-roupa de Gabriel Novaes.

Todo atrás, o Flamengo seguiu mostrando resistência na volta do descanso. No cruzamento de Antony, aos 38, Gabriel Novaes desperdiçou outra oportunidade de empatar. No minuto seguinte, Gabriel Sara cabeceou sozinho, mas para fora. Já aos 42, Rodrigo conseguiu a cabeçada na reta do gol, mas lá estava Yago Darub novamente para fazer outra grande defesa. Ainda restavam os outros três minutos regulamentares, mais os oito de acréscimo dados pelo árbitro. No último deles, Liziero colocou um cruzamento na cabeça de Gabriel, mas a bola insistiu em não entrar, para muita festa dos jogadores rubro-negros no apito final.

FICHA TÉCNICA — SÃO PAULO 0 X 1 FLAMENGO:
Copa São Paulo sub-20 – Final
Data: 25 de janeiro de 2018 (quinta-feira)
Horário: 10h (de Brasília)
Estádio: Pacaembu, em São Paulo/SP
Arbitragem: Lucas Canetto Bellote; Paulo de Souza Amaral e Enderson Emanoel Turbiani da Silva; Humberto Jose Junior.

Escalações:
SÃO PAULO — Júnior; Tuta, Walce, Rodrigo e Bruno Dip (Gabriel Novaes); Luan, Liziero e Gabriel Sara (Fabinho); Igor, Toró (Oliveira) e Helinho (Antony). Técnico: André Jardine.
FLAMENGO — Yago Darub; Bernardo (Aderlan), Matheus Dantas, Patrick e Pablo (Michael); Hugo Moura, Théo e Pepê (Patrick Valverde); Bill (Yuri César), Lucas Silva e Wendel (Luiz Henrique). Técnico: Maurício de Souza.

Gols:
FLAMENGO — Wendel, aos dois minutos do primeiro tempo.

Cartões amarelos:
SÃO PAULO — –
FLAMENGO — Yago Darub, Hugo Moura, Pepê e Théo .

DEIXE UMA RESPOSTA